Família Molon

Significado do Sobrenome

O significado do nome de família Molon, após a explanação e a argumentação apresentadas acima, parece bastante claro, senão de todo transparente, porquanto subsistem duas teorias que buscam uma interpretação definitiva do mesmo. Considerando-se a explicação concluída, convém tecer algumas considerações finais para detalhar alguns pequenos aspectos.

De acordo com a primeira teoria, o sobrenome Molon se reporta ao vocábulo grego mélon e ao latino melo, melonis, melão. O significado do sobrenome é transparente, indicando cidadão medieval que se dedicava ao plantio, à cultura prevalente de melões, melancias. O sobrenome se relaciona não somente ao cultivador, mas também ao mercador, ao vendedor ambulante desses produtos, não se podendo, contudo, determinar se esse cidadão se dedicava a todas essas atividades ou somente a uma em particular. Geralmente a figura do vendedor ambulante não era necessariamente um produtor, mas ocasionalmente poderia até sê-lo. Na sociedade medieval, o vendedor ambulante de produtos diversos era às vezes o próprio produtor, mas muitas vezes era simplesmente um intermediário ou o cidadão que levava os produtos até o consumidor final.

Acatando-se a segunda teoria, o sobrenome Molon recorda um cidadão que extraía mós para afiar ou o próprio afiador ambulante ou ainda que extraía mós para os moinhos. Como assinalado com relação à primeira teoria, é praticamente impossível estabelecer a qual das duas atividades ele se dedicava, quando não se dedicava a ambas. Neste caso, porém parece mais difícil, porquanto o amolador, o afiador era uma figura notória que se dedicava em tempo integral à sua atividade, perambulando de rua em rua, de cidade em cidade, de povoado em povoado.

De qualquer forma, qualquer que seja a hipótese certas com relação ao surgimento deste sobrenome, ele sempre evoca a figura de um profissional, seja na arte de cultivar a terra, seja na arte e ofício de extrair e confeccionar mós ou de amolar, afiar lâminas cortantes. Molon relembra pois, a profissão do ancestral fundador deste tronco familiar, designativo da profissão que, através do processo histórico de fixação dos sobrenomes, foi repassado como cognome peculiar e específico de todos os filhos deste e demais descendentes.

Concluindo, um patriarca ou paterfamílias dos séculos XI- XII, ao legar seu cognome como apelativo específico e comum a todos os seus filhos, deu origem à Casata dei Molon. A expressão se reduziu à forma do sobrenome atual que recorda e pereniza a figura e cognome do ancestral fundador desta Casata, o capostípite Melone, Molone, Molon. " Junho/2001.

Família Molon no Brasil - 1882 a 2014